monstirinha #5 - Mentirinhas

17 de outubro, 2014 Postado em: Monstro

m_tira5

comentários

11 Comentários

  • Ricardo da Facul disse:

    Uma sexta com tirinha bem curta mas com uma mensagem que não cabe dentro dela.
    Só um comentário sobre ela.
    Juro por Deus que si um dia eu tiver filhos, eu nunca vou ignora-los!!! Se caso isso acontecer, peço perdão e darei um jeito de compensar o erro.

  • Deko disse:

    cara, isso é tão errado. Não estou criticando a tirinha ela foi muito bem feita e pensada alem de servir como um tapa na cara de muita gente, mas a criança chegando nesse ponto….putz…é triste

    • Pedro Garcez e Silva disse:

      Se for apenas isso, ainda tá leve… Tem tanta criança que faz coisa muito pior por apenas um pouquinho de atenção…

  • Triste, mas, infelizmente, muito real e comum. Que saibamos criar uma nova geração que saiba educar e amar seus filhos.

  • Mari disse:

    Monstrinho lindo, falou tudo! Vou usá-la quando tiver reunião de pais na escola que for trabalhar… Obrigada, Coala! 😀

  • Fabrício Obregon disse:

    Gente, é só um pai sem tempo… tá errado, mas me senti numa creche lendo todos estes comentários. KKKKKKKKKKKKK

    • Bruno disse:

      Um pai sem tempo? O nosso cotidiano está assim, sem tempo para nada, o dia que um pai ou uma mãe não tiver tempo para dar atenção ao seu filho, me desculpe, mas você não merece ser pai/mãe.

      Como você pode cobrar de seu filho algo que ele fez errado se você não teve tempo para ensina-lo o que é o certo!?

      Se você acha que existe vida suficientemente corrida para não dar atenção ao seu filho, preferir ficar no facebook, twitter ou assistindo TV, não tenha um! Eles merecem toda a atenção do mundo, afinal são seus filhos!

    • Denyse Mathias disse:

      Bruno, falou tudo!
      Sem contar que, se uma criança prefere a bronca a ser ignorada tem alguma coisa muito errada. Qualquer pessoa por mais ocupada que seja sempre arruma tempo para as prioridades dela, e filho tem que ser prioridade. Se tem tempo para brigar, tem que ter tempo para ensinar.
      Conheço muito pai/mãe que trabalha três turnos e finais de semana, mas uma hora de folga que tem corre pro filho e valoriza cada segundo, isso chama-se tempo de qualidade.

  • Thiago Alves disse:

    Acho engraçado que isso me caiu como uma luva hoje. Não no caso de pai e filho, mas de mim e dois dos meus melhores amigos. Hoje vc foi a providência de Deus para minha pessoa. Obrigado Coala.

  • Eliane Prado disse:

    Verdade absoluta. Aprendi muito com meus pais e hoje minha pequena é minha prioridade, posso chegar cansada, com dor na coluna e tendinite atacada, que ela tem colo, atenção e carinho sempre. Não tem como ter filhos e não dar atenção; se não quer ter trabalho com eles, não tenha filhos e pronto.

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*