Mentirinhas #773 - Mentirinhas

12 de fevereiro, 2015 Postado em: Mentirinhas

mentirinhas_762

A culpa é das estrelas…

comentários

14 Comentários

  • André disse:

    Eu entendo as pessoas se indignarem com aqueles que desperdiçam água, principalmente num momento como esse de crise, mas esse desperdício é insignificante e pouco influi na condição atual.

    No Brasil, o consumo de água potável é de 72% para Agricultura/Irrigação, 22% para a Indústria e 6% para consumo humano. Além disso, em São Paulo a SABESP perde 31,2% da água tratada por vazamentos na rede. No Rio de Janeiro a CEDAE perde cerca de 50%. Nesse caso os governos estaduais, a quem compete a distribuição da água, são os principais responsáveis pelo seu desperdício.

    Fora que se fala em racionamento para a população, mas não se houve falar em nenhum plano para melhoria do uso da água pela agricultura e indústria.

    • Shaman disse:

      A questão não é essa. Se o cara se mostra indiferente simplesmente porque a água gasta pela população representa uma porcentagem muito baixa, qual é o valor que ele dá para o que chega em sua torneira? Não se trata do cidadão evitar a falta d’água não desperdiçando, embora seja o que o governo plante na cabeça da população, trata-se de um exercício elementar de consciência. “Eu valorizo a água, por isso não desperdiço”. Se isso vai impedir que água acabe ou não, é irrelevante para a questão. O cara que, a despeito disso, extrapola o uso da água não irrita porque “está piorando a crise”, e sim porque ele está pouco se fodendo para o bem coletivo. Como vamos querer que o governo se importe se a gente mesmo não se importa. Sacou?

    • Fábio Coala disse:

      O bom e velho “eu posso fazer algo errado se tem alguém fazendo mais errado do que eu”.

    • Stefanie disse:

      Mas ficar culpando apenas o desperdício doméstico é abaixar a cabeça para o Governo irresponsável que temos.

    • Marechal disse:

      ” Para tentar mudar o mundo, deve começar mudando você” – Dalai Lama

    • André disse:

      Eu não estou incentivando o desperdício, até porque em minha casa já fazemos o controle do consumo de água e luz há muito tempo. O fato é que se está tentando tampar o sol com a peneira. O governo mantém o foco na redução do desperdício e no racionamento aos cidadãos quando isso, na prática, é irrelevante para o sistema. Sim, eu concordo que as campanhas de redução de desperdício devem existir, não somente nos momentos de crise, mas permanentemente, mas o fato é que as ações que realmente importam para diminuir os efeitos da crise de água não estão sendo tomadas, nem cobradas pelos cidadãos.

    • kenji disse:

      Ponto.

  • Natalia disse:

    Uma das coisas que fazem é deixar adutora estourada jorrando água a madrugada toda e formando um rio no meio da rua…

  • Ronaldo disse:

    É ficar prestando atenção somente no que os outros podem fazer

  • Bruno disse:

    O cidadão tem é que ficar quieto e votar pois só votar importa, só nas eleições é que somos importantes, só nas eleições é que somos gente. O vermelho fala mal do azul, o azul fala mal do vermelho, quando na verdade não importa que cor sente na cadeira, qualquer cor irá fazer o mesmo. O que temos que fazer é votar no menos pior mesmo quando esse é tão horrível quanto o pior. Votar nulo é muito feio, não faça isso, vote consciente, seja cidadão, vote em alguém mesmo que corrupto seja.

  • Deko disse:

    Eu ri alto no terceiro quadrinho por um único motivo, aqui em Roraima teve uma seca das brabas durante os anos 90, simplesmente não existia chuva e o racionamento de água tava comendo solto…então o que fizeram ??? chamaram dois índios da reserva indígena e eles fizeram a dança da chuva na praça do centro da cidade…Claro que todo mundo riu, a cidade inteira fez piada no dia e ficamos rindo com as piadinha no estilo ” bela medida do governo pra solucionar o problema”…..era ridículo pois quem realmente acredita nisso?……o foda é que choveu direto nos dois dias seguintes e os índios ficaram comemorando e rindo no centro da cidade…agora toda vez que tem uma seca a “piada” é “Alguém chama os índios por favor…”

  • Fabio disse:

    A fundação cacique cobra coral resolvia tudo
    http://www.fccc.org.br/convenios.asp

  • Sylvia Tamie disse:

    Concordo com cada um fazer a sua parte. Continuem, por exemplo, comendo carne. Cada quilo custa 50mil litros de água para ser produzido e o 2o. maior produtor do país é São Paulo…

  • kenji disse:

    A Realidade poderia aparecer nessa tirinha também… a indústria tem um consumo bem mais significativo do que o setor residencial, e as perdas do sistema são bem maiores do que qualquer economia que residências e indústrias poderiam fazer juntas.
    Eu sempre economizei e nunca vou deixar de fazê-lo, mas é meio desalentador quando todo o restante do sistema e da sociedade vivem como se o Brasil fosse a terra da cocanha.

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*