Mentirinhas #534 - Mentirinhas

21 de novembro, 2013 Postado em: Mentirinhas

mentirinhas_525Covardes!

 

comentários

25 Comentários

  • Preto Pobre disse:

    “As pessoas perdem as oportunidades porque têm medo de perder” – Alguém que não faço a menor idéia de quem seja… Pode até ser meu este pensamento, mas se foi, eu tava bêbado quando o proferi.

    Essa história me lembrou uma história muito, muito triste. Mais triste que deixar cair coca cola no banco do carro, bem no meio das pernas enquanto esta dirigindo:

    Eu tinha um amigo muito querido, chamado Alessandro, doravante denominado apenas de Alê. Estudávamos no segundo grau. Ele começou a namorar uma menina bem linda chamada Monalisa, doravante tratada como Lisa.

    Os dois eram bem apaixonados, mas a Lisa era meio paranóica… vivia pedindo provas de amor para o Alê. E o coitado se virava em 1000 para dar as tais provas. Chegou a parar o trânsito vestindo só uma cueca, com o corpo pintado de guache escrito “Lisa eu te amo”… Só que a Lisa falou que guache não era prova de amor, falou que serviria se ele tivesse tatuado.

    Um belo dia, ela falou que se ele a amasse ele pularia de um prédio por ela. Adivinha? Sim, ele pulou. O menino subiu num edifício de uns 8 andares, escreveu com um canivete no peito “Lisa ?” e pulou. Querem saber o pior? Eu trabalhava no IML na época. Ainda tive o trauma (que dura até hoje) de ter acompanhar os procedimentos.

    Depois de tudo resolvido legalmente, Lisa tentou se matar 3 vezes, não conseguindo em nenhuma. Desistiu de morrer e converteu-se a lésbica.

    Enfim, depois de tanto blá blá blá, fica a dica: Pratique provas de amor, mas cuidado com as loucuras de amor… Amar não é olhar nos olhos e dizer eu te amo e pulo por você, é olhar os dois juntos na mesma direção e dizer: Vambora que se tu pular eu pulo junto! (adaptado da obra/texto daquele moço que escreveu “O Pequeno Príncipe”, que tem um sobrenome desgramado de difícil. Acho que ele já morreu)

  • Leilah disse:

    Aí quando a gente pula, o outro pulgão afasta a folha pra gente cair! O amor sempre machuca….

  • Liny Mussato disse:

    Eu pulei, quinze anos atrás. Deu muito medo, achei que podia me ferrar, mas fui em frente. Hoje temos até um pulgãozinho, que tá dormindo aqui do meu lado, enquanto eu leio meus quadrinhos matinais! <3

    • Preto Pobre disse:

      Liny, vc me fez lembrar uma coisa:
      Pular para dentro de uma relação é uma coisa… Um tiro no escuro que todos torcemos para dar certo…

      Pior é perceber que o pulo não valeu a pena e não ter coragem para pular fora. (ou sei lá se coragem é a palavra certa. pode ser comodismo)

      Parabéns pelo seu pulo ter dado certo. lasca um beijão no seu pulgãozinho e fala que foi o Preto Pobre que mandou. Aliás, fala não… Tadinha da criança…

    • André disse:

      Eu pulei também há quase 15 anos. Tenho hoje um pulgaozão de 13, quase da minha altura, e uma pulgãozinha de 6. Muito medo na época, muita felicidade hoje.

    • Leandro SC disse:

      Camisa do Rhapsody *_____*
      hawhahwahwawhawhawha!!!1!!um!!!onze!

  • Lul disse:

    Ai a gente pula, e quando está caindo o outro pulgão se joga junto.

    Se é pra cair, caímos juntos XD

  • Helena disse:

    Tão verdade, mas TÃO verdade que chega a me doer o estomago. :p

  • denise disse:

    parabéns pra vcs q pularam… minha folha era extremamente distante da outra, se não caísse lá, caía no abismo certamente, preferi a segurança da minha folha. Menos feliz, mais segura, nem por isso completamente infeliz…
    Coala futucando nas feridas da gnt.

  • Fex disse:

    Eu pulei e tô pendurado pela borda da folha.

    Engraçado, eu pensei num quadrinho com a mesma ideia básica (mas diferente na execução). Vou fazer assim mesmo, porque ideias estão escassas…

  • Ricardo disse:

    Uma vez eu também pulei e relatei em uma HQ do Coala que me identifiquei muito. Foi o “Por ai”.

    Na primeira vez eu pulei e acabei todo machucado. Na segunda eu pulei com receio e hoje vejo que valeu a pena o meu pulo!!!

    Infelizmente é fato de todo ser humano ter medo ou não de pular e provar nosso amor. Mas é como o Preto contou, Olhar nos olhos e dizer “eu te amo” é fácil, você pular cair e a pessoa que você ama vir junto ai sim é amor verdadeiro…

  • Luke Lima disse:

    e isso resume aquela amisade que é sempre um quase…

  • Anna Osbourne disse:

    Já pulei tantas vezes… E a queda sempre foi sozinha e dolorosa, por isso não pulo mais…

  • Rui disse:

    É engraçado… Só o Preto Pobre é que falou daquelas pessoas que gostam de ver os outros pular para se esborracharem no chão, ou dos puladores infinitos/compulsivos… E acho que essas pessoas são a maioria. Hummmmm…

  • Eliane Raye disse:

    Estou precisando tomar coragem de pular. o Meu pulgão não pode pular. O ninho dele não pode sair do lugar. Ai…ai… QUE MEDO.

  • lUCAS disse:

    AAAHHH!!!
    Essa tirinha atingiu meu ponto fraco… minha atual situação na vida… a verdade dói viu coala!!!! ELA DÓI!!!!
    boa tirinha.. :'(

  • Bruno disse:

    Bezanga, abre espaço nessa folha que eu vou pular!!!!!!
    E vê se se segura bem …rsrsrs
    vou eu e minha pança banhuda vai junto! : D

  • PA disse:

    To passando por isso, bem chato. . .

  • ErvinhaVV disse:

    To tomando coragem pra pular….

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*