Mentirinhas #500 - Mentirinhas

11 de setembro, 2013 Postado em: Mentirinhas

mentirinhas_491Dose dupla pra mim.

 

comentários

25 Comentários

  • Luiza disse:

    Eita, Coala, Tirinha de número 500! Parabéns!
    \o/

  • Fernando Flora disse:

    É a mentirinha 500, fora as outras séries…

  • Mais um na multidão disse:

    Faz parte da vida….quem detesta o trabalho e não troca de emprego….quem odeia ser obeso e vai todo dia em fast food….quem estuda medicina e tem medo de sangue? A vida é cheia disso nos acostumamos a uma rotina, mesmo sendo ela desagravel as vezes temos a esperança que sem fazer nada ela mude do nada…complicado sair dessa vida de ostracismo…

  • Ricardo disse:

    Nada como o cotidiano…

  • lucks disse:

    Cara trezentas metaforas juntas numa mesma tira… mas pra mim fica valenda pras reeleições por ai…
    sempre os mesmos, incrivelmente sempre iguais e cada dia pior

  • Carlos V disse:

    Acho que é “mentirinhas” 500, e não tirinha 500, pois temos MHDM, monstro, auréolos, caco…, que tem numeração própria.
    Mas, de qualquer forma, parabéns, Coala!

    Muito boa a tirinha, Coala.
    Como sempre, fazendo pensar.
    Ainda é um retrato da nossa atualidade…

  • gustavo disse:

    Essa tirinha…

    “ELEIÇÕES” é você?

  • Fex disse:

    Essa é meio que sequência da anterior.

  • Jane C. disse:

    A vida… cheia de escolhas amargas mas que todo santo dia fazemos… a minha dupla sem gelo por favor

  • Gato do Preto Pobre disse:

    Oi gente.

    Todo dia o Preto Pobre me serve de rango um mulato-velho e uma cocoroca. Não sei onde ele arruma aquilo, mas como como se não houvesse a próxima refeição.

    Reclamamos de nossas rações diárias e engolimos tudo como se estivéssemos bebendo fel…

    Mas tenho 7 vidas e aprendi uma coisa: A gente costuma reclamar de nossa rotina e de nossa vida e não somos capazes de responder o que estamos fazendo para mudar isso. Vcs votam no Tiririca, no Kiko do KLB, no Maluf e depois metem o pau na política corrupta do país. Como querem melhorar a suas realidades se vcs mesmos compram legumes podres para suas saladas?

    Eu continuo comendo meu mulato velho e minha cocoroca e não vou reclamar com o Preto Pobre. Sei que não é Whiskas sachê, mas é a realidade na qual eu fui criado e como sou preguiçoso para mudar, não tenho o direito de reclamar.

    PS: Preto Pobre ta se lascando no trabalho, não tem tempo de postar hoje.

    • stribus disse:

      eu fico em duvida se realmente alguem votou neles alem deles mesmo.

      mas o povo tbm não é muito mais serio que os políticos.

  • Luke Lima disse:

    as vezes eu falo pra uns amigos… “decisões iguais, resultados iguais, quer mudar algo, comece com vc mesmo…” ehehehehehehehe detalhe, isso era pra eles fazerem algo diferente no lol

  • Camila disse:

    Quando li a tirinha pensei em mim mesma, na época em que saía pra beber com meus amigos (nunca gostei de cerveja, nem de nenhuma bebida alcoólica, me perdoem). Não só disso, mas de muitas outras coisas que a gente se obriga muitas vezes a fazer porque acha que deve, pra ser aceito, ou mesmo por pura falta de criatividade (ou coragem) em tentar fazer diferente. Essa é minha interpretação pessoal alternativa da tirinha. =)

    • Leandro disse:

      Bom, eu nunca gostei de bebida alcoólica e por isso mesmo bei apenas a 1ª vez. Acho que muita gente por aí acha horrível e bebe pelos mesmos motivos que você bebia. E esta sua interpretação também foi a minha! (uma delas)

  • Dani disse:

    ACHO q aquela mão é da Realidade….

  • Bruno disse:

    Nossas vidas! o.o bom, a minha pelo menos.

  • Marcos Almeida disse:

    Se encaixa perfeitamente também na programação da TV.

  • nicole disse:

    muito legal

  • Francisco disse:

    Gim Vitória, acalmando as massas desde 1984.

  • Tone Ferreira disse:

    Ooooooooooohhhhhhhhhhhhhhhhh!!! Sempre mais do mesmo!

  • RBM disse:

    De uma forma ou de outra, sempre acabamos nos encaixando nessa metáfora.

    Parabéns pela quingentésima tira, coala!

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*