Na nossa velha infância...

19 de março, 2013 Postado em: Mentirinhas

Acho que vou comprar só pra relembrar…

comentários

13 Comentários

  • wagner a. r. disse:

    nossa saudade do tempo do carrinho de rolemam, altas unhas arrancadas no meio das rodinhas do carrinho kKkKkKkK

  • Preto Pobre disse:

    Engraçado Coala… Eu tava comentando isso com a Geruza ontem… Eu quando era pequeno, tinha uma bicicleta monareta toda empenada que meu pai comprou no brechó. Além de atropelar uma vaca eu arrumei uma fratura e um derrame articular que me acompanham até hoje. Bolinha de gude uma vez jogue uma na minha irmã e ela engoliu. Pião, uma vez fui jogar e consegui a proeza de jogar no meu pé… Arrumei um rombo no joanete. Carrinho de rolimã foi o mais legal… atropelei uma ratazana e a bixa morreu, explodindo proas 4 lados, e claro, eu rolando por cima daquele espetáculo… Apesar das brincadeiras de 1900 e antigamente serem um pouco perigosas, não trocaria por nada. A gurizada de hoje tá ficando com dedos musculosos de tando videogame e alguns não sabem nem o que é um pião!!!

    Bons tempo… sobrevivemos talvez a ultima geração dos brinquedos que um dia serão chamados de medievais pós modernos…

  • Luis disse:

    Muito bom! kkkkkkkkk

    Eu não duvido que se esse jogo existisse, a campanha de marketing seria exatamente assim!

  • Jú Lins disse:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkk…fala sério!eu ja tava ficando emotiva, quando cheguei no final desacreditei na propaganda.
    Acho que minha irmã daria um desse pro meu sobrinho…certeza :p

    Eu brincava muito disso na minha época.Não tinha carrinho de rolemã,mas improvisava com uma caixa de papelão grande descendo a ribanceira que dava pro riacho dos búfalos(até levei uma carreira deles que fui para trepada do pé de coco o resto do dia #tenso.)

    Acho que eu sou totalmente “anormal” pros pais da minha geração.. Primeiro que não permito nada de vídeo game e computador pra ela (e ainda tem pai que me detona por isso), TV só duas horas por dia, mas o resto do dia ela brinca de faz de conta com as bonecas de pano (sim, daquelas da época da nossa avó) por odiar as de plástico; joga bola; adora quebra cabeças; caça insetos à noite com uma lanterninha no jardim do condomínio; corre, pula, grita e fica rodando pela casa feito louca (os vizinhos de baixo que devem ficar doidos com isso); se joga no chão dando altas cambalhotas a ponto de arrancar a cabeça do dedão do pé e o joelho toda a semana (haja esparadrapo).
    A infância de hoje tem salvação sim, só os “pais” deixarem o comodismo de lado e curtir -eles mesmos,e não a babá – mais a criançada.

  • Douglas Teixeira disse:

    carrinho de rolimã cara rsrs a gnt rabiscava a rua toda fazendo uma pista pra apostar corrida, fazíamos as curvas mais absurdas e sempre dava merda kkkkkkk a gnt brincava de fazer o outro carrinho rodar encostando na roda de trás do outro, nem precisa falar nas merdas dos engavetamentos que a gnt fez na rua ne? kkkkkkk

    Bolinha de gude era muito engraçado tbm, deus a gnt inventava umas regras que não sei da onde saíam pra trapacear kkkkkkkk e a gnt sabia que o outro fazia isso e nos acabávamos de rir com cada nome de regra. ADorava rodar pião, era uma maravilha \o/
    Pipa eu me irritava pq eu sempre perdia a minha kkkkkkk as crianças de hoje ficam bobonas, não se machucam nuca e depois com qqr tropeçozinho elas se quebram todas pq nunca nem souberam o que é arrancar o tampo do dedo jogando bola na rua ou chegar com os dois joelhos ralados e sujo de terra com o maior sorriso no rosto e aquela vontade de ficar mais tempo na rua brincando com a galera…….

    saudades \”

  • Mulder disse:

    Tenho uma cicatriz na virilha por conta do carrinho de rolimã :)
    12/10/1987, descendo a rua, perdi o freio e parei embaixo de uma brasília estacionada.
    O cano de descarga entrou na virilha, abrindo um buraco de 8 cm..
    Ganhei anti-tetânica, pontos internos e externos além de uma cicatriz show de bola q só aparece aparando os pelos :) hehehe
    Por pouco não morri ou virei o primeiro transsexual do meu bairro :)

  • Silas disse:

    Boa Coala! Eu sempre lembro das perpécias do meu irmão mais velho que é surdo e do meu irmão mais novo com meu pai, quando íamos pescar, não pegávamos nada, mas só o fato de estar com eles era demais, íamos de bicicleta procurar Adicuri ( ou é ouricuri? num sei só sei que sempre falei “Adicuri”) pedalar era muito bom, levar queda, nessas aventuras levar carreira de enxame de abelhas, de cachorros, o coração chegava a mil, e no final, chegávamos em casa e minha mão colocava a panela de pressão cheia de adicuri pra cozinhar, ficando a noite toda quebrando adicuri na frente de casa, além das brincadeiras que eram muitas.Não sei se minha mãe ou meu pai sabem, mas uma vez com meu irmão mais velho brincando de jogar pedra um no outro, acabei furando a cabeça do meu irmão mais novo com um caco de bloco, bom, espero que ela não esteja lendo isso!

  • Mais um na multidão disse:

    Todos se lembraram como era bom essas coisas mas vamos ver hoje…antigamente vc soltava pipa a linha não tinha nda hj o minimo que tem na linha é pó de ferro ou caco de vidro feito pra machucar msm…jogava bolinha de gude em terreno vazios, hj terrono vazio pertence a boca…andar de carrinho de rolema era legal hj andar de bicicleta vc perde um braço…soltar piao era legal, hoje também é =D
    Não tentem viver no passado o que não é mais possível…o o mundo está se tornando insano…insano…insano…

  • André Medeiros disse:

    Época de RISCO!!
    – Dedos cortados das linhas de pipa;
    – pés e mãos furadas do prego do peão;
    – todo o corpo RALADO do carrinho de rolimã;
    – a honra profundamente ferida de perder uma partida de gude apostando tudo. =/

  • Mack disse:

    Esta é a dura realidade. As crianças de hoje não vão ter as mesmas sensações que os mais velhos tiveram, nem mesmo saber o real valor disso tudo. Uma pena que isso desapareça a cada dia de forma tão rápida.

    Hoje elas se fecham naquele mundinho virtual, se tornam sedentárias e acabam perdendo a infância que é tão essencial para o desenvolvimento de um ser.

    Ótima tirinha.

  • Luke Lima disse:

    essas brincadeiras vem no jogo original, amarelinha, pique-esconde, pular corda e etc, só por dlc…

  • Fex disse:

    The Matrix has you.

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*