Audazes #8 - Mentirinhas

06 de junho, 2014 Postado em: Coala, ilustrinha

coala_bomba8banner

coala_bomba8

Hoje em dia, até quem nunca foi bombeiro já acostumou :'(

comentários

31 Comentários

  • Russel Nash disse:

    Obrigado, Coala por não se acostumar e não nos deixar acostumar através de suas tirinhas.

    Elas lançam bom humor e luz num mundo que não tem lógica e que não conseguimos entender.

    Elas fazem a diferença na minha vida e na de muitas outras pessoas.

    Obrigado…

  • Robson disse:

    Malditas cebolas dos ninjas cortadores de espadas…. Não, péra…

  • JUPIRA RODRIGUES disse:

    Pôxa Coala, a essa hora da manhã e eu já estou desidratada!!! Acredito que a diferença entre humanos e psicopatas (que ao meu ver, deixaram a humanidade de lado) é a capacidade de não se acostumar com essas tragédias… Crianças, jovens que partem cedo demais sempre deixam um vazio na gente, mesmo não os conhecendo… Temos como prova a minha cidade, Santa Maria/RS, que apesar de se passar quase 17 meses da tragédia, ainda sentimos falta de nossos jovens…

    • Marechal disse:

      Meus mais profundos pesares… na época, a dor foi sentida até em quem não conhecia os jovens ( senti essa perda aqui em Santos,e o sensacionalismo da mídia não me deixou dormir por dias). Façamos tudo (oremos, inclusive) para que aquilo não se repita nunca.

  • Luan Francisco dos Santos Oliveira disse:

    Eu estou no meu segundo período de Veterinária, e durante o primeiro período eu peguei um estágio no hospital veterinário para ver como era o dia a dia. Durante os primeiros atendimentos a maioria dos casos que acompanhei morreram ou eu não via quando eles recebiam alta. Por nunca ver um animal internado recebendo alta e presenciando alguns indo dessa para melhor eu comecei a questionar se o problema era eu. Mas durante isso, sempre que chegava um animal estava eu indo lá ajudar no atendimento e acabei percebendo com o tempo que coisas assim acontecem, mas mesmo quando estamos nos questionando, quando aparece algo em que podemos ajudar, surge o animo em buscar ajudar aquela vida que apareceu no momento.

  • GuilhermeCA disse:

    O mundo natural segue uma lógica que é melhor não entendermos, é justa porém fria. Se tentarmos entende-la vamos nos tornar iguais ou algo pior.
    Mas isso não significa que haja apenas tragédias e o melhor do ser humano é que ele pode impedir tantas maldades ou confortar tantas dores, e tudo através de pequenas atitudes, pequenos milagres para a vida de quem sofre. Embora hajam coisas que não podemos impedir, há tantas outras que podem ser mudadas.
    Parabéns Coala, que através de desenhos e textos consegue mudar a vida de pessoas!

  • Cris Seglia disse:

    É incrível como o Coata tendo visto tanta coisa que abalaria qualquer ser humano, consegue fazer essas tirinhas e essas Hqs, que nos emocionam toda semana.

    Como disse o Russel, ele não se acostumou, pelo contrário, continua a cada tirinha tentando nos mostrar o quão importante é não nos acostumarmos.

    Bombeiros deveriam ser muito mais valorizados, as coisas que esses caras veem todos os dias não deve ser pra qualquer um.

  • Debora disse:

    To com uma coceira nos olhoss …..

  • Adriane disse:

    Ai meu peito…

  • Marechal disse:

    Talvez seja por essas que eu nunca quis ser bombeiro ou médico.
    Perder uma vida em suas mãos deve ser algo que se carrega para toda a existência.

  • Bruno disse:

    Para endurecer não é preciso perder a ternura. Esse ensinamento é demais! Sei que a frase não é assim, mas é assim que gosto de lembrar dela.

  • Bruno disse:

    Coala, no antepenúltimo quadrinho não seria “…Não sei se existem…” ?

  • Lita disse:

    Adorei, Coala… seeeempre adoro os Audazes…. se acostumar com o que é ruim, às vezes é necessário para alguns profissionais sobreviverem nas suas profissões… mas não podemos deixar que isso se estenda para todos nós.

  • Doug disse:

    Bela tirinha…..
    Aqui, no quadrinho nº 17 , tá faltando um “é” , na frase “Isso antinatural”

  • Aí você está em casa, doente, fragilizada pelas pancadas da vida, e lê um troço desses. Pracabá comigo mesmo ;______;

  • Ricardo da Facul disse:

    Tocante Coala…simplesmente tocante.
    Nem a pessoa com a imaginação mais fértil do mundo pode imaginar o que vc passou em sua época de Bombeiro.
    E mesmo hoje não sendo mais da corporação, vc ainda pode se considerar um Super-Man, pois vc fez a diferença quando aquele sirene tocava.

    PS: Quando vamos ver “Os Audazes” de quando vc conheceu a Srª Coala!?

  • Michele disse:

    Poxa Coala !!!!
    Sem palavras, vc é muito bom no que faz !

  • Leonardo disse:

    quem morre cedo tem mais sorte, a vida não é tão boa quanto parece

  • Jacque disse:

    Ahhh Coala, dá pra entender pq vc decidiu “sair” dessa vida viu 🙁 (pq não acho que seja um coisa que vc consiga deixar, simplesmente)…pois o baque é grande mesmo…
    Mas tb não acho que vc deixou de ser super-herói…só que agora vc salva pessoas de outra forma…com suas tirinhas, com O Mostro… vc motiva as pessoas, as faz manter a esperança, não desanimar em vez de “salvá-las” propriamente…
    E também gostaria de saber onde a senhora Coala entrou nessa história! 😛 heehehe

  • Giselle disse:

    Quando teremos uma HQ dos Audazes???????

  • Paulo disse:

    Não se culpe. Eles poderiam ser os próximos Hitler, Augusto Pinochet, etc…

  • ErvinhaVV disse:

    Trabalho com crianças na pediatria de um hospital de cardiologia ..Em outros dois trabalhos com adultos ..que vivem no fio da espada já que trabalho com Hematologia…sua tira me deu o que pensar..Acho que é assim que me sinto quando o colega toca meu ombro quando acabei de ir descansa re th que levantar as pressas p ajudar numa cardioversão..sim..fazemos a diferença! Obrigada mais uma vez.

  • Tulio Q disse:

    Não Coala, não me acostumei, apenas aceitei que a vida continua. Que fiquemos triste com cada um que parta, mas ta faltando também construirmos um mundo melhor para os que vivem. Sério, vai juntar em livro os audazes? É ótima. Eu sei que sempre falo isso mas não canso. Parabéns pelo trabalho.

  • Carolina disse:

    Ai Coalinha, meu namorado acabou de entrar no CBMERJ e esses dias foi ao IML, viu o corpo de uma criança de 4 anos e quando me ligou para contar estava arrasado… Quando vi essa tirinha não pensei em outra coisa, mandei pra ele!

    Parabéns pelo seu talento e enorme coração.

  • Carolina disse:

    Aiiiii Coalinha, quero mais Audazes!!!!!!!

  • Abel Pedro disse:

    No segundo quadrinho, seria começado

  • Cleber disse:

    Eram uma vida e um trabalho duros, Coala. Mas graças a essas experiências você é a pessoa que é hoje. Esse teu grande coração e essa tua capacidade de nos emocionar com teu trabalho não existiriam sem esse tempo como bombeiro. Sempre fico pra chorar com teus quadrinhos, hora de tristeza, hora de felicidade, mas o que fica é a lição e as boas energias que você passa. Estou ansioso para ver o próximo capítulo.

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*