Mundo roxo #5 - Mentirinhas

06 de fevereiro, 2015 Postado em: Hq, Monstro

mundo_roxo5b

Continua.

comentários

8 Comentários

  • Vinícius disse:

    Os anjos estão mais raros a cada dia que se passa…..

  • JaneC disse:

    não deu pra ver mas ao lado do anjo , tinha um ser roxo de 1 olho azul e outro verde!!!!!

    Ai se houvesse uma máquina de fazer anjos!!!!!!

  • Cristiano disse:

    Simplesmente Coala né!! Muito bom!!!! Essa HQ ta sendo muiiito fodá!!!

  • Bezanga disse:

    É… faz-se pensar…

  • Rider disse:

    Aí os consciência limpa talvez sejam tímidos demais pra se comportarem como anjos (ajudam mas não conseguem falar com a pessoa) ou eles se comportam assim por causa daquela máxima bíblica que diz que você deve ajudar mas nunca ostentar; e os anjos podem ser como aquelas pessoas que dizem “vou rezar por você” mas não movem um dedo pra te ajudar de verdade.

    E aí? :/

  • aghins disse:

    Eu sou baratamutanteassassinagigante TT.TT

  • Vanessa disse:

    Eu sei que pelo menos o coala lê os comentários, então queria compartilhar uma coisa.
    Na segunda-feira, ou um dia desses, eu estava saindo do colégio e tive a genial ideia de comprar uma barrinha de chocolate pra enquanto estivesse voltando pra casa. Eu peguei meu ônibus. Dentro do ônibus, eu já tinha a aberto e dado uma mordida quando subiu pela porta de trás um senhor. Ele pediu ajuda para comprar comida.
    Eu não costumo dar trocadinhos pra quem entra no ônibus pra pedir ajuda, o que acontece muito na minha cidade, mas eu estava com uma comida e o cara disse que estava com fome. Eu me lembrava que já tinha acontecido algo parecido antes; antes, o rapaz que pediu ajuda tinha dito que não tinha comido fazia um dia, eu tirei da bolsa o meu lanche e ele disse que não queria porque não era comida de verdade. Então eu não sabia o que esse cara ia fazer, mas eu já estava comendo a barrinha de chocolate na frente do moço que disse que passa fome, então eu estendi a barrinha pra ele, e ele pegou.
    Eu não sei se ele comeu, não vi, e nem sei explicar por que eu fiquei um pouco chocada. Eu acho que eu não sabia o que esperar, mesmo.
    Hoje eu peguei esse mesmo ônibus. Ele tinha parado num sinal quando eu ouvi alguém falando “ei”, e quando olhei pra fora, na rua, vi o cara do chocolate de segunda-feira. Ele sorriu pra mim, deu tchauzinho, fez sinal de “e aí, beleza?”, eu fiquei paralisada e dei uma sorrida de leve, ele ficou acenando por sei lá quanto tempo, depois mandou um beijinho e se virou pra fumar um cigarro.
    Aqui eu vou resumir as coisas que me deixaram um pouco atordoada:
    -> o cara me reconheceu;
    -> o cara quis que eu visse ele;
    -> ele mandou beijinho;
    -> ele passa fome, mas fuma?
    eu literalmente não sei o que pensar, confesso que fiquei com medo de pegar ônibus amanhã e ele estar lá de novo. Eu tenho problemas com me relacionar com pessoas (fobia social). Então se uma pessoa normal já fica sem saber agir diante de uma situação dessas, tendendo ao neutro/não fazer nada, pra mim que resolvi fazer alguma coisa é uma montanha-russa de emoções. Me lembrei logo dessa tira do Coala, mas não tenho como saber se é o caso.

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*