monstirinha #1 - Mentirinhas

26 de outubro, 2012 Postado em: Monstro

E você, é de qual tipo?

Bom, devido a Gibicom em Curitiba (vem me ver) não deu pra fazer HQ esta sexta (aaahhh) nem pra colorir a tirinha (prometo fazer isso quando voltar) por outro lado aproveitei pra testar o monstro numa tirinha curta.

comentários

40 Comentários

  • Preto Pobre disse:

    Sabe, falando muito abertamente eu várias vezes já tive minha fé abalada por causa das injustiças do mundo… Já vi gente falando que estava com dor de cabeça, ai rezou e Deus curou a dor… Quer dizer que Deus atende a um pedido de cura para uma dor de cabeça e não atende a súplica de um continente inteiro que passa fome? Não vou me alongar, pois não é o lugar. Mas me incomodo sim com muita coisa que acontece e muitos fingem que não enxergam… Só resolvem enxergar quando atinge a zona de conforto.

    • Camila Melo disse:

      As vezes penso que fazemos parte de um grande experimento! haha
      Daqui uns tempos vai ter um manual: “dicas de como não se deve viver a vida”.

    • Silas disse:

      Verdade “preto pobre”, nesses último dias tive uma situação difícil, um amigo meu foi assassinado, pessoa de bem, religioso como eu tudo isso pelo que foi entendido para roubar a moto dele, mas apesar de tudo acontece hoje em dia,fico pensando em um texto da bíblia que diz o porque de tanta maldade hj ” o amor da maioria se esfriará “. Bom amigo,faço trabalho voluntário com pessoas surdas ensinando a bíblia em LIBRAS (lingua brasileira de sinais) para que eles possam ter uma vida mais significativa, bom, termino meu comentário com o link para o site em que responde muito bem essas perguntas sobre injustiça e sofrimento além de outras, espero que goste amigo. http://www.jw.org

    • Nina disse:

      pretopobrefeelings

    • Dan disse:

      Deus criou a natureza para que ela tivesse autonomia e ela é imperfeita, então causa os desastres naturais. Os locais onde tem gente passando fome é resultado de uma desigualdade social causada pelo próprio homem. Deus cuida de todos a todo momento, mas ele não fere o livre arbítrio humano, nem a composição natural da natureza, fisicamente falando.

  • Guy disse:

    Pois é. Infelizmente essa é a verdade para a maioria das pessoas 🙁

  • Vini disse:

    Gostei da tirinha “clean”. Eu deixaria assim mesmo. E eu tb queria ter um monstro perto, às vezes.

  • Jacque disse:

    Bom dia..adoro o monstro!
    E gostei da tirinha também…eu sou do tipo q se importa, se preocupa mas até certo ponto…senão além de ñ resolver “os problemas do mundo” a gente ainda acaba doente de tristeza, depressão. O lance é tentar ajudar os que estão mais perto e se todo mundo tentasse fazer assim, de um jeito ou de outro todo mundo seria ajudado…enfim…
    Seja bem-vindo à terra das 200 estações 😉 heheeeheheh

  • will disse:

    Colore ela não. Deu uma carga emocional maior a tirinha em preto e branco.

  • Nanda disse:

    Gostei do monstro em p&b. Deixa assim msm!

    Eu sou dos que se importam tb. E tento fazer o máximo para ajudar. Mas concordo que sair da nossa zona de conforto é muito difícil tb!

  • Michel disse:

    De boa, deixa a tirinha como está. Além de estar muito bonita o pb ajuda a transmitir o sentimento do garoto: Tristeza e indignação.
    Tristeza e indignação que afeta a muitos que vêem a situação e choram. Mas se tristeza e indignação não geram ação, servem apenas para aumentar o número de sofredores no mundo.

    • Daniele disse:

      Concordo com o Michel, tem tudo a ver deixar a tirinha em preto e branco, realmente ajuda a transmitir o que o garoto está sentindo.

  • Gabi disse:

    Sou eu… me importando até com coisas que acontecem do outro lado do mundo :/

  • Camila disse:

    Eu duvido que exista alguém que realmente não se importa nem um pouco com as barbaridades que acontecem no mundo. Acredito que a maioria se sente incapaz de resolver os problemas do mundo, se decepciona com isso, e percebe que ficar pensando nisso não vai levar a nada além da depressão. Então criam um tipo de mecanismo de defesa onde passam a se concentrar apenas nas situações práticas do cotidiano, no que lhes afeta diretamente, e isso acaba se tornando um hábito, formando uma casca dura, da qual já não querem/conseguem mais sair. Mas estou generalizando, cada um reage de um jeito. Eu já passei por várias crises por causa disso, virei “anarquista” e tudo mais. Por enquanto estou naquela de tentar fazer “a minha parte”. Ajudar quem estiver ao meu alcance da maneira que for possível, seja meu irmão, um amigo ou um mendigo na rua. Não sei se estou certa ou se poderia fazer mais agora.

  • Talita Bardese disse:

    Mesmo assim adorei!!!!

  • Paulo disse:

    owwn , as primeiras palavras do monstro

  • Luke Lima disse:

    o estilo do “monstirinha” ficou muito bom veio curti a nova série (pras “monstirinha” fica legal o P&B, mas pras ilustronas seja de quem seja, curto muito coloridas)

    anyway bora pensar nas coisas a longo prazo.

  • Leo Arruda disse:

    Deixa em preto e branco mesmo, ficou muito legal!! : )

  • Danielle disse:

    Eu chorei… tadinho que triste. Lembrei da minha filha que eh bem assim tb.. tem 6 anos e sofre com as tristezas do mundo (e olha que o mundo dela ainda nao ve boa parte do nosso). Acho que sou do tipo que se importa……

    Ps. Deixa a tirinha assim mesmo… como disse o Michel acima “Além de estar muito bonita o pb ajuda a transmitir o sentimento do garoto: Tristeza e indignação”

    Bjus!

  • Vitor disse:

    Ficou boa a tirinha, funcionou bem. E também gostei do Preto e branco.

    Vejam o lado positivo, não tem HQ mas tem post especial no http://insensatoteclado.blogspot.com.br

    Ninguém liga? Okay ):

  • TTouche disse:

    broder, monstro não fala.

  • Bia disse:

    achei essa tira meio emo

  • Natália disse:

    Esse é o monstro mais fofo que já conheci em toda minha vida. Um monstro desse eu tb quero!

  • Nina disse:

    para de se preocupar em colorir … só o fato de ter uma tirinha do monstro já ganhar o dia =)

  • Preto Pobre disse:

    Fábio, faz assim:

    Colore só a heterocromia do monstro e alguns outros detalhes… usa a sutileza marsupial que só vc tem…

  • Drieli disse:

    Do tipo que chora só de ler uma tirinha dessas… :’(

  • Julyane disse:

    Sou daquela que chora… e chora muito. “/
    Amei a tirinha, o teste está aprovado.
    Ah, nem precisa colorir.. ficou linda desse jeito! ^^

  • Ricardão disse:

    nessa tirinha ia ser uma boa não mecher, acho que combinou. mas particularmente eu não gostei do monstro em tira curta. sei lá, só a minha opinião

  • Fex disse:

    Monstirinha… excelente! Espero que seja a número 1 de todas as que se seguirem.

  • Andre Malk disse:

    essa tirinha ficou bem Mafaldiana

  • Camila disse:

    Só pra constar eu gostei do Monstro em tirinha também, mas não pode deixar de fazer as HQs, hein! E mesmo sem as cores, é uma linda tirinha, parabéns mais uma vez Coala!

  • Rodrigo Selis disse:

    A realidade nua e crua, não pode ser preenchida com a suas cores favoritas. Parabéns pelo bom senso de publica-la em P&B.

  • Alan Robert disse:

    Se valer uma sugestão (e eu sei que o Monstro já falou antes, como o episódio do menino que socava a árvore), acho que seria legal as “monstirinhas” serem P&B com diálogos e as HQ serem “mudas”, deixando bem diferenciados os estilos de comunicação do personagem em um e no outro formato.

    Sem mais, um abraço. Continue sempre o ótimo trabalho.

  • Werlon Cavedo disse:

    Só eu ou alguém mais lembrou do Calvin vendo essa tirinha? (sim, isso é um elogio)

  • Dree disse:

    Acabei de conhecer suas tirinhas, essa me tocou profundamente, ganhou uma fã.

  • Lidiane disse:

    Também achei legal o nome Monstirinha, como os quadrinhos dele são meus favoritos, espero que tenha mais por ai.
    Concordo com o pessoal, essa ficou ótima em preto e branco.

  • ffoxrj disse:

    Lembrando que faltou colorir…..rsrsrsr…..recadinho só pra empentelhar o coala.

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*