Mentirinhas #533 - Mentirinhas

19 de novembro, 2013 Postado em: Mentirinhas

mentirinhas_524

 

O rei da praia.

comentários

21 Comentários

  • Andarilho disse:

    Mentirinhas, sempre agregando valor.

  • Deko disse:

    Arrume um emprego, comece a pagar suas contas, arrume uma mulher e engravide ela e a ilusão desse cara acaba e….não pera…..depois do que vi sobre um cara achando que pai e mãe tinham que sustentar ele por que ele vai ser pai….nem vergonha na cara resolve nesses casos =/..

    Pai rico todo mundo quer…mas se arrebentar no fim do mês que é bom nada ne?…..espera…não ta soando legal também………..

  • Ricardo disse:

    Trabalhar ninguém quer não é???

    Trabalho é só para nós meros mortais, que temos contas a pagar e famílias para sustentar.

  • Jay disse:

    Isso aí me lembra um ilustre conhecido meu que saiu de casa, mas continuou a ser bancado pelo pai.
    O pai bancava o aluguel, comida, faculdade e até as festas que ele dava em casa.
    Pelamor, né. Se eu sugiro isso pro meu velho ele iria rir na minha cara – com razão.

  • GuilhermeCA disse:

    Cansei de conhecer imbecil que pensa exatamente da mesma maneira nos anos escolares…

  • DK disse:

    Assim, de boa. Tirando a do pai rico, ele realmente tem desejos simples. Tenho altos amigos que tem sua prancha, seu carro e sua erva, e batalham para ter tudo isso direitinho.

    • Mabia Barros disse:

      Mas a piada é justamente essa! Também tenho amigos com bugres velhos ou toyotas bandeirantes que só querem isso da vida, mas eles se bancam. A piada é papai pagar tudim. 😉

  • Branco disse:

    Tá bem de amigos então em “DK”…rs

    Perfeita vida de vagabundo essa ai… Primeiro… Pra ter “prancha”, “erva” (mais conhecida como maconha misturada com um monte de estrume) “carro” e “casa perto da praia”, de forma digna, você tem que trabalhar muito… Logo, trabalhando muito, como é que você vai curtir a vida igual o cara da tira?
    Trabalhei muito nos últimos meses para conseguir fazer uma viagem com minha família e amigos para Ilhabela/SP neste feriadão… O que mais tinha lá era isso ai… Playboy maconheiro sustentado pelo papai…

  • ErvinhaVV disse:

    E eu aqui tendo que dar duro sendo plantonista em uma penca de hospitais…

  • Preto Pobre disse:

    Essa tira de hj merece reflexões tão profundas quanto feridas deixadas por peças de lego na sola dos pés:

    Sou pobre já faz umas 12 encarnações… Cansei de ir pra praia e pegar onda com minha pranchinha de isopor…

    Nunca fumei nada na minha vida, mas na boa, todo pobre conhece o local de pelo menos 1340 bocas de fumo e sabem que um baseado custa uns 5 a 10 dinheiros. 120 latinhas amassadas paga um.

    Casa perto da praia todo carioca tem. Se for zona sul, tem mais de 10 pra escolhe. Se for subúrbio (óia a gente ai!!!), tem a praia de Ramos. Se for na Ilha do governador, tem aquele negócio lá que chamam de praia, mas ta valendo.

    Sempre tive carro pra sair com a galera. um Mercedes com motorista particular, mais de 40 lugares para sentar e direção hidráulica. O problema é que meu carro era compartilhado por uma multidão que eu não conhecia e por pessoas dizendo “desculpe interromper o silêncio de sua viagem, é que hoje eu trouxe a deliciosa bala de iorgute…”

    Pai rico? Tenho um lá em cima. Me deu pouco, mas desse pouco faço tudo (ou quase).

    E para os que possuem o dom da curiosidade, compartilho convosco uma música que a saudosíssima Cássia, pessoa linda que tive a honra imensa de conhecer e sentar à mesa em nobres momentos, cantou e até hoje me faz rir, pois me cai como uma luva:

    http://letras.mus.br/cassia-eller/64179/

  • Fex disse:

    Homenagem a um conhecido… tenho a impressão de que eu pensaria isso mesmo se não tivesse dito. 😛

  • André disse:

    Parem de hipocrisia!
    Se ele pode ter essa vida, e sendo sustentado pelo pai… Isso é uma decisão dele e do pai dele, e não fará mal nenhum a ninguém…
    O problema é você que critica quem não precisa trabalhar como se fosse um crime. Mas não devolve troco errado, vende seus carros com problemas ocultos, faz ou vende serviços de má qualidade, não devolver celular achado, mente quando está vendendo alguma coisa.
    Ou seja, tira vantagem sempre quando tem oportunidade, é o jeitinho brasileiro! E ainda assim fica indignado por alguém que teve mais sorte que você na vida!

  • Jane C. disse:

    Passo 2 horas por dia me bronzeando, e isso antes de pegar no trampo, já que na minha cidade emprego, só vender pipoca e picole( a concorrencia é grande) , tenho o mesmo carro de PP e os meus amigos não são legais e me deixam do lado do sol, o problema do bronzeado é que só é de um lado…kkkkkkkkkkk lindja eu!!!! fico dentro dum hospital vendo tragedia o dia todo e quando saiu um engarrafamento de querer morrer, que isso todo dia em um mês fico querendo uma ervinha, mas nem dinheiro pra isso eu tenho… pq o que mais tenho é fartura de fatura….

  • Luke Lima disse:

    falo nada, mas a primeira parte ele tava indo bem…

  • Marcos Almeida disse:

    Um pai rico que viva por mais tempo que ele… senão vagabundo fica sem a fonte.

  • Anthony de Padua disse:

    Vida é uma dessa!

  • Artur disse:

    E cada dia surfando menos e fumando mais. Já sei bem onde isso vai parar.

  • Ana Cláudia Marques disse:

    Papaizinho pra pagar tudo, até mesmo a maconhinha…

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*